Sites Grátis no Comunidades.net
 G.R.E.S. SERENO DE CAMPO GRANDE 
SAMBAS-ENREDO ANTIGOS

2006
Enredo: Do Oiapoque ao Chuí, o Sereno é o Brasil
Autores: Bola, Galego, Claudio Carioca, Rodney e Crispim

Vou exaltar
As maravilhas do gigante que é o Brasil
Densas matas verdejantes
Solo fértil e encantos mil
Tudo que se planta dá
Alimenta o teu filho mãe gentil

Grandes manifestações
Do lundu, danças tribais
Festas do folclore brasileiro
Com amor no coração
Campo Grande pede a paz
Para esse povo hospitaleiro


Surgiu essa linda cultura
Fruto da miscigenação
De brancos, negros e índios
Com fé em crença e religião
Oh, meu Brasil
Como és rico em fauna, flora e minerais
A culinária do nosso torrão
É arte na exportação
Ginga mulata, tem samba no pé
Meu futebol só da olé

É carnaval, sou tupiniquim
Do Oiapoque ao Chuí (bis)
O Sereno é Brasil (e vai assim)
Rumo a Sapucaí



2007
Enredo: É Carnaval! A Coruja manda Avisar. Deu Águia... viva a Portela!
Autores: Nézio, Gurá, Eli Penteado, Cosme e Antônio Carlos

Chegou na passarela
Linda coruja que vai nos guiar
Com a águia da Portela
Tantas conquistas pra mostrar
De Madureira para o mundo
O azul e branco enfeitiçou
Sua majestade sempre floresceu
Rogando aos Orixás que a protegeu

Oraniah, Oxossi e Oxum
Abençoaram
Bateu tambor, o surdo marcou
E clarões anunciaram


Lá! Foi lá na sombra do arvoredo
Onde as sementes germinaram
Fazendo brotar no coração
Brilhantes
Como Paulo da Portela
Clara Nunes e Natal em aquarela
Campeões
Oh, minha coruja vem pousar
E nesse ninho encantar
O brilho da constelação
Nesta festa popular

No Sereno, a Portela fica tão feliz
Abram alas minha gente, vou cantar sua raiz
Desagüando neste rio pra corrente me levar

Venho matar a saudade, hoje não vou terminar


2008

Enredo: Na Festa do Carnaval, o Sereno mostra a Brasilidade de um Povo Multicultural
Compositores: Zé Luiz, Claudio Brow, Célio Silva e Junior Carioca

Meus versos Brasil
Contam sua linda história
Que beleza, fauna e flora
Um sonho, eldorado de paz
O índio seu lirismo deleitou
Vieram brancos trazendo africanos
E um novo fruto germinou

O amor gerou nossa gente com raça
Abençoada essa mistura, de graças (bis)
Que fascinação
Sereno canta nossa miscigenação

Aí... Coloriu o torrão
A cada canto... Região
Quanta riqueza cultural
Na fé sincretismo perfeito
Harmonizou nosso jeito
Belas festas tradicionais
Eu danço frevo, congada e xaxado
Forró arretado
Quadrilha encanta os arraiais
Maracatu, capoeira, bailado
Garantido e Caprichoso a brilhar
Tempero bom, o cheiro está no ar
Da boa culinária, vem provar

É show de bola
É grito de olé
Sereno é samba no pé (bis)
Orgulho dessa pátria mãe gentil
"O gigante chamado Brasil"
 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net